UFSB inaugurou prédios sustentáveis do Campus Jorge Amado no dia 6 de maio

A nova sede acadêmica e administrativa do Campus Jorge Amado da Universidade Federal do Sul da Bahia foi inaugurada na última sexta-feira (06) à tarde, com início da solenidade marcado para as 14h30. A instituição recebeu autoridades e convidados para uma etapa importante da sua consolidação regional, como a presença do ministro da Educação Victor Godoy, o deputado federal João Roma e autoridades das esferas municipais de Itabuna e Ilhéus, estadual e federal. Com isso, a UFSB terá a Reitoria localizada no centro de Itabuna e as atividades acadêmicas do Campus Jorge Amado na área cedida pela Comissão Executiva do Plano da Lavoura Cacaueira (Ceplac).

Para a inauguração, o acesso foi pela entrada principal da Ceplac, a partir das 14h. As instalações do Núcleo Pedagógico e do Núcleo de Vivência e Gestão Acadêmica do Campus foram apresentadas aos participantes com mais detalhes em seguida à conclusão da solenidade.

Autoridades políticas na cerimônia de inauguração
Representante do Correio do Estado e Ministro da Educação Vitor Godoy
Estacionamento do novo Campus Jorge Amado

Ensino, pesquisa e tecnologia em meio à Mata Atlântica

A construção do Campus Jorge Amado, a exemplo da estrutura ampla da Ceplac, mescla o estudo e o trabalho com o verde nativo da região. Os novos edifícios da UFSB incorporam soluções para a sustentabilidade em relação ao consumo e geração de energia elétrica e aproveitamento da água. Como explicou a diretora de Infraestrutura da Pró-Reitoria de Planejamento e Administração (DINFRA/PROPA), engenheira Lívia Berti Sanjuan Farias, “foram utilizadas diretrizes da arquitetura bioclimática com o aproveitamento da iluminação e ventilação naturais, bem como a proteção das fachadas e cobertura da incidência solar de modo a reduzir a carga térmica da edificação”.

O projeto para o Campus Jorge Amado foi desenvolvido pelos docentes e arquitetos Sílvia Kimo Costa e Joel Felipe e abrange uma área total de 6 hectares, com edificações e benfeitorias como arruamento e iluminação, por exemplo. As obras do Núcleo Pedagógico, do Núcleo de Vivência e Gestão Acadêmica e infraestrutura em geral foram licitadas em editais de 2015 e 2017 e respectivos termos aditivos, somando um investimento de cerca de R$ 61 milhões.

Essa cifra permitiu instalar estruturas como a guarita de entrada do campus, vias locais de acesso para veículos, vias de acesso para pedestres e ciclovias, estacionamento, bicicletário, vestiário externo, jardins, bosques e praças e os edifícios para a área administrativa (Núcleo de Gestão Acadêmica e Vivência) e a área pedagógica (Núcleo Pedagógico).

 A cada edificação, suas particularidades. O Núcleo Pedagógico foi projetado em 2015, possui cerca de 6.000m² e três pavimentos, com fundação para mais dois. A edificação contempla 24 salas de aula, um miniauditório e 7 laboratórios de ensino multidisciplinares. Esses espaços vão atender os cursos de Primeiro Ciclo de Formação (Bacharelados e Licenciaturas Interdisciplinares) em Ciências, Humanidades e Artes e os do Segundo Ciclo de formação profissional em duas áreas: Engenharias (Engenharia Ambiental da Sustentabilidade; Engenharia de Transportes; Engenharia Sanitária; Engenharia Florestal; Engenharia Agrícola e Ambiental e Engenharia de Aquicultura) e Ciências Sociais (Políticas Públicas; Mídia e Tecnologia e Produção Cultural).

No caso do Núcleo de Vivência e Gestão Acadêmica, as demandas são outras. Com foco no trabalho administrativo, a edificação térrea projetada em 2017 tem fundação para mais um pavimento e cerca de 4.105m². As instalações incluem salas para:

  • Decanatos e Secretaria Executiva do CJA: Secretaria Executiva, protocolo de atendimento ao/à discente, salas das/os decanas/os da unidades acadêmicas: IHAC CJA, PopTecs (CFPPTS), CFCAf e CFTCI, salas de reuniões, sala de apoio à SECAD; depósito.
  • Coordenação de cursos de 1º, 2º e 3º ciclos e gabinetes para docentes.
  • Saúde e bem-estar: recepção e espera, sala do/a psicólogo/a, enfermaria, sala da assistente social, sala do/a intérprete de libras, sala de educação inclusiva.
  • Exames admissionais – consultórios médicos de atendimento.
  • Coordenação de Apoio Administrativo do Campus Jorge Amado: coordenador de campo, gestão dos Colégios Universitários, recursos humanos, transportes, TICs, sala técnica, almoxarifados, Módulo serviços 1 e 2 (banheiros, escadas, apoios, elevador para cadeirante.
  • Espaço previsto para futuro restaurante, lanchonete, consumo do almoço de casa; sala dos Diretórios Estudantis, saguões centrais de circulação/espaço interativo para exposição de artes, dança, performances e trabalhos acadêmicos.
Painéis solares que captarão energia sustentável para funcionamento do Campus
Vista ampla de um dos anexos do novo Campus

*Informações equipe UFSB

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*